Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rumo Antárctica

Sou um sonhador que quer ir à Antarctica mas que precisa do teu voto para o conseguir! O Rumo Antárctica é um projecto de vida, um desafio único levado bem a sério, mas sempre a rir! Divirtam-se!

Sou um sonhador que quer ir à Antarctica mas que precisa do teu voto para o conseguir! O Rumo Antárctica é um projecto de vida, um desafio único levado bem a sério, mas sempre a rir! Divirtam-se!

Rumo Antárctica

04
Mar10

Até breve!

Rumo Antárctica

Olá amigos,

Depois de quatro dias dos mais intensos da minha vida, e depois de ver as
paisagens mais poderosas que jamais vi, o ultimo dia em que pisava terra
firme tinha de ser único e estava prontinho para o aproveitar até ao último
segundo...

Durante a manhã, fomos a terra, a Cuverville, uma ilha bem rochosa com
colónias de pinguins Gentoo e um pequeno monte também ele rochoso que
podíamos subir para ver a paisagem. A subida era extremamente íngreme, mas
ao lado, haviam sempre auto-estradas de pinguins, mesmo até ao topo! Não
imaginam até onde é que estes pequenos sobem com as suas patinhas...é
impressionante!

O mar estava calmo esta manhã e vários icebergues azul-turquesa flutuavam à
nossa volta. No Zodiac lá fomos em direcção a terra contornando estas
brutais esculturas da Natureza e ao chegar, duas focas de pêlo "fur seals"
estavam à nossa espera. Mas atenção, é que estas jeitosas são a espécie mais
agressiva em terra. Conseguem correr e se nos apanham, mordem, o que com
aqueles dentinhos habituados a morder outro tipo de alimentos, poderia não
ser a melhor opção para a altura. Eu dei mais do que espaço suficiente, mas
uma Italiana estava lá a posar e a brincar com o fogo... Já me estava a ver a
ter de lhe mandar um berro, mas pronto, os seus compatriotas tiveram algum
bom senso e mandaram-na recuar. Já estava a ver Italiana à Carbonara para o
pequeno-almoço das focas :)

Entretanto pudemos ir fazer uma espécie de mini-cuzeiro de Zodiac por entre
os icebergues, desta feita com o Vladimir, o membro Russo da equipa e foi aí
que vi pela primeira vez na minha vida, uma foca leopardo no seu habitat
natural, a água! Que potência de animal...aí a uns 5 metros do pequeno barco,
super rápida, ágil e poderosíssima, resolveu aproximar-se para nos ver e
depois foi à sua vida em direcção a um gigantesco icebergue...Estava louco com
o que tinha visto, é brutal sentirmos isto!

Quando estou em terra é quando sinto a verdadeira Antárctida. Sei que tenho
as costas quentes com uma equipa da Quark a cuidar de nós, sei que tenho um
barco com um colchão quente e acolhedor, e sinto-me muito seguro, mas se por
uns instantes tentarem esquecer isto, e simplesmente ficarem sozinhos
deitados nas rochas, perto do mar, de uma colónia de pinguins, a olhar para
os icebergues e para os pinguins a sair e a entrar da água, isto leva-nos
para um outro nível de entendimento do continente. E foi isto que fiz em
Cuverville, até ao último Zodiac, até ao último minuto, estive lá.

Seguimos em direcção às Melchior Islands, mas como tínhamos tempo extra
fizemos uma espécie de cruzeiro no navio à procura de baleias, que
infelizmente não vimos... não há krill suficiente este ano pelos vistos.

Depois, disse adeus à Antárctida, bem antes de rumarmos em direcção ao Shake
Drake, que é a previsão daquela passagem de 2 dias com ondas upa upa! As
previsões não são boas não senhor...lol!

A maneira como cada pessoa se despede do continente é um momento muito
introspectivo. Este continente toca cada um de uma maneira bem diferente,
não há uma receita aqui para nada, somos nós e o continente, neste caso falo
de mim e do meu sonho concretizado graças a vocês.

A única coisa que sei, é que não termina aqui a minha relação com este
continente, ai não termina não!

Obrigado e até amanhã,
Luís M.
 

04
Mar10

Ó português, bloga lá isto!

Rumo Antárctica

Olá amigos,

Ontem há noite, a líder da expedição, no briefing diário com todos os
passageiros lançou o repto. "Quem é que fica responsável por fazer o tempo?
(Que é como quem diz, precisamos de sol, quem se responsabiliza!lol) Claro
está que estávamos bem caladinhos deitados no nosso spot habitual a ouvir,
mas algum passageiro resolveu responder ao repoto... "Os Portugueses! Porque
não ficam os Portugueses responsáveis?" Quê!?!? LOL! Não havia grande coisa
a fazer. Ainda por cima já conhecem os nossos nomes e estavam todos de
acordo.
Conclusão, se fizesse bom tempo, copos, aplausos e ovações, caso contrário,
sovas, restos de comida e provavelmente algum de nós borda fora para ser
comido por Orcas! Aceitámos o repto, apesar de dependermos inteiramente da
sorte, como podem imaginar. Acho que o Paulinho ainda fez umas mesinhas à
Sra. do Caravagio.a ver vamos.
Quando acordámos, o tempo estava de facto melhor um bocadinho, mas mesmo
assim não estava perfeito.já tínhamos resposta para isso.não especificaram
as horas.só mais logoé que fica bom dizia eu.!lol!

A manhã estava reservada para duas visitas a terra, uma a Port Lockroy, uma
antiga base Britânica (agora transformada em museu e loja), e a Jougla
Point, para vermos mais uma colónia dos já amigos Pinguins Gentoo, e de umas
outras aves. Aproveitei para trocar um bate papo com as moças que por lá
viviam, e suguei-lhes toda a informação possível sobre como é que tinham
acabado por ir lá parar! Não se preocupem, não estou com ideias malucas!! ;)
Quanto a Jougla Point, era um local bem pequenino, o que tendo em
consideração o número de pinguins que lá viviam não era muito válido para
grandes passeatas. Toneladas de guano (caca de pinguim) impediam a tranquila
passagem e não fossem termos todos botas e calças impermeáveis, o estrago
seria bem maior. Aliás, neste momento tenho a certeza que os nossos quartos
cheiram a guano, as nossas calças e luvas também, aliás eu próprio cheiro a
guano de certeza! Não se preocupem, o cheiro não é assim tão mau!lol,

A tarde estava marcada para um mini cruzeiro no barquinho de borracha
zodiac, através de uma baía chamada Paradise Bay, que meus amigos, mudou
completamente o dia. E perguntam vocês.como estava o tempo ? Ao que
respondo.estava brutalíssimo!!!! Um sol maravilhoso, e as pessoas já nos
começavam a felicitar..Obrigado!!!lololol!! Benditos Portugueses!lol

O nosso grupo no Zodiac era brutal, assim como o condutor, o Andy, que
sempre que nos vê faz uma festa porque sabe que se vai divertir!! Andámos um
bocadinho, ele pára o Zodiac ao pé de um fantástico icebergue e diz "Luís,
bloga lá isto agora!!!" Sacana do caneco! Já ozava e tudo!! Seguimos em
frente, estava uma foca leopardo a descasar em cima de um pequeno icebergue.
Que animal brutal.O poder deste carnívoro é imenso, e nunca na vida pensei
em vê-lo tão perto, apesar de estar na altura refastelado a descansar..
Estava a correr muito bem, mas nada nos preparava para aquilo que vinha ai a
seguir...
A uma determinada altura, quando íamos em direcção à monumental e massiva
parede de um glaciar, eu era o único a olhar para a direita.quando de
repente..pumba..vejo uma bruta baleia (minke whale) . Fico sem palavras,
começo a bater compulsivamente no braço do Marco como quem diz.olha para
aqui já porra!!!! Whale whale. O Andy pára o motor e o que se passa a seguir
ficará sempre na nossa memória. Não era uma, mas sim 3 baleias, começam a
andar à volta do nosso pequeno barco.. A passar por baixo dele.estava
arrepiado, em êxtase.ouvíamos a respiração delas aí a uns 2 metros de nós.só
faltou mesmo tocarem no barco, mas pelos vistos apenas estavam curiosas
connosco. Que momento absolutamente incrível, tocante até. A natureza no seu
estado mais puro, literalmente ali a interagir connosco. Foi único!
Tempo magnífico, glaciares incríveis, icebergues, focas leopardo e
baleias.era obrigatório celebrar.e lá fomos os 4 com uma cervejinha para o
convés no topo do barco! Tinha sido um dia monumental, estávamos tão
felizes.e temos aquele momento das baleias gravado na memória e em vídeo!!

Depois do jantar, a Quark organizou um concurso de perguntas sobre a viagem
e sobre a Antárctida... Eram mais ou menos 10 equipas, e a nossa estava
coligada com a mãe e filha Mexicanas, das quais nos tornámos amigos há
alguns dias. Chamámo-nos os "Jalapenhos", e dominámos a
competição!!!Vitória!!! Saímos em braços, qual equipa Inglesa, Alemã, Belga
ou Norte Americana.. Os Portugueses dominaram!muahahaha

Amanhã vai ser o nosso último dia na Antárctida, e infelimente já não
seremos nós a fazer o tempo! A ver vamos!

Até amanhã,
Luís M.
 

01
Mar10

Vi pinguins a dormir!

Rumo Antárctica

Olá amigos,

Depois de um dia com duas saídas pequenas ao continente nos famosos
“Zodiacs”, com um tempo que alternava entre neve, chuva, vento e frio (lol),
chegámos a casa durante a tarde de alguma maneira meio que cansados e
ensonados… Não estávamos com a alma cheia pois as saídas não tinham sido
arrebatadoras como foram outras, mas pronto, nem todos os dias poderiam ser
ultra mega super brutais certo!!

De repente, e enquanto já estávamos bem esparramados nas nossas camas a
descansar, o Andy, um dos monitores da expedição anuncia no grande
intercomunicador do século passado (um em cada compartimento do barco), como
quem fala dentro de uma caixinha de sapatos, que haveria 2 lugares livres
disponíveis para passar uma noite no continente a acampar! Foi sempre algo
que queríamos fazer, mas infelizmente tínhamos perdido a oportunidade de
reservar uns dias atrás… Tínhamos 15 minutos para ir dar o nome e pelos
vistos na altura nem o Paulo nem o António se mostraram muito
interessados..eu escrevia…e nada comentei…estava já convencido que nada se
passaria…

10 minutos passaram, e eu remoía aquilo na minha cabeça, e quando é que cá
voltas ó Monteiro ? E porque não aproveitas ? 200 dólares são 200 dólares
uma só vez… enfim, fartei-me de pensar…SIGA, venha o que vier, o não já era
garantido!!! Resolvi então levantar-me e fui falar com o Marco…perguntar se
ele não queria ir comigo, mas ele infelizmente não estava na cabine. Estava
decidido, não quis saber e sem falar com ele, fui ver se conseguia os
lugares, mesmo sem ele me dar o ok final.

Vocês acreditam que quando fui falar com o Andy (Staff da Quark) ele
imediatamente disse “Ah, vocês vão, e eu estou muito contente! Está
confirmado!” O Marco veio cá dizer que vocês queriam ir os dois… Sabem
quando é que o Marco falou comigo sobre isto ? Não precisou, foi pura
sintonia!! Assim vale a pena meus senhores, isto é magia…!eheheh!
Teoricamente haveria um sorteio com todas as pessoas que quisessem ir em
substituição das desistências…mas desconfio seriamente que tenha sido feito!
Os Tugas dominam!lol ;)

Depois da jantarada seguimos para o local do acampamento, Peterman Island!!
O lugar onde iríamos acampar nesta ilha era uma pequena baía entalada entre
uma colina coberta de neve, rochas e montes de pinguins! Muito rapidamente
eu e o Marco montámos o nosso luxuoso T2 (tenda para 2 lugares) e a bandeira
Portuguesa foi imediatamente hasteada em comemoração da conquista do
continente, o que gerou um grande burburinho nas tendas vizinhas !lol!

Nas horas seguintes investigámos a praia, as rochas vizinhas, 2 cabanas
(abrigo) históricas existentes na praia, e terminámos a noite a olhar para
uma encosta onde 200 pinguins dormiam… Alias, isso foi um momento dos mais
altos da noite! É que os pinguins a dormir são simplesmente demais! Alguns
estão deitados, outros em pé, outros escondem o bico, outros nem por isso,
mas a característica comum é que estão completamente imóveis o que é notável
para quem dorme de pé!lol!

Para falar com o Marco só mesmo a sussurrar… Não queria acordar os meus
manos!lol! O que foi espectacular é que alguns deles deviam ter abusado do
Kril no jantar da noite anterior (Um crustáceo muito parecido com camarão,
mas muito mais pequenino)! É que naquela colina apesar de estarem todos a
dormir, aquilo era cada jacto de “Guano” que se ouvia a vários metros de
distância!!lol Um pagode :)

Uma coisinha que escrevi na altura e que traduzo agora para Português…
“Oiço água a escorrer para a baía, pinguins ao longe a ‘cantar’ e glaciares
bem afastados a derreterem e a fazerem aqueles brutos sons de trovão…é um
sonho dentro de um sonho!”

A Antárctica é o meu lugar de sonho na Terra. Vou regressar aqui de certeza,
provavelmente muitas mais vezes, e quem sabe a conduzir um “Zodiac” (quem
sabe!!!) e sempre sempre sempre a partilhar isto com todos vocês...!

Até amanhã,
Luís M.

PS: Está tudo óptimo, não há cá tsunamis, sismos, ou algo que se pareça.
Estamos super abrigados entre ilhas com um mar calmíssimo a milhares de
quilómetros do continente Americano! Mães, pais, namoradas e mulheres,
fiquem tranquilíssimos! No news is good news!! Ligarem para ca nao e muito
boa opcao..os Russos nao falam nada em Ingles e nunca nos chamam!lol Para
alem disso ouve-se muito mal. Nos vamos ligando!
 


 

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D